AFOGADOS DA INGAZEIRA - MEMÓRIAS Guest Book

Caso você queira colocar seu registro, clique aqui!


 Registros de 1 a 10 do total de 5159 [Próximo]

O quinto Mandamento

Num dos parágrafos do juramento hipocrático está definido que “Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém. A ninguém darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Do mesmo modo não darei a nenhuma mulher uma substância abortiva”.
Guerras, latrocínios, disputas por bens patrimoniais, assassinatos por inveja, ganância, fanatismo e até suicídios são as principais causas de mortes.

No Brasil e em muitos países pobres, as pessoas morrem também por ausência de atendimento médico adequado, falta de remédios e, infelizmente, por não dispor de recursos.

No 'Bom Dia Brasil' dessa manhã de quarta-feira, 19.07.2017, exibido pela Rede Globo, o ministro da saúde, Ricardo Barros, mostrando-se indiferente a gravidade do caso, tentou justificar a vergonhosa e enorme quantidade de aparelhos e equipamentos para tratamento de doenças como o câncer sem funcionar e, o pior, muitos sem nem mesmo terem sidos instalados. Antes, esse mesmo mandatário já tinha atacado os médicos, afirmando que esses profissionais deveriam “pararem de fingir que trabalham”, mostrando todo despreparo para cuidar tanto da saúde das pessoas como administrar seus executores.
Para alertar os que detêm o poder e sobre a proteção do nosso Deus Todo Poderoso, vamos cumprir rigorosamente o quinto Mandamento, lembrando as vítimas do Hospital Colônia, onde 70% dos internos não tinham problemas psiquiátricos. A revista O Cruzeiro, publicou em 1961 reportagem sobre esse genocídio brasileiro ocorrido no início do século XX, onde mais de sessenta mil pacientes morreram, misteriosamente, de “loucura”, na cidade de Barbacena, estado de Minas Gerais, sem que nenhum governo, até os dias de hoje, tenha sido responsabilizado. -“Não matarás”. Disse Deus a Moisés para que repassasse a todos os cristãos no mundo inteiro. Até porque comete pecado semelhante perante as Leis do Criador, segundo Tiago 4,17 “Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz...”.

Carlos Moura Gomes <carlosmouragomes@yahoo.com.br>
Gravatá, PE Brasil - 19-Julho-2017 / 13:42:57

Fernando Pires <fernandopires1@hotmail.com>
Recife, PE Brasil - 12-Julho-2017 / 15:33:32
Faleceu nesta manhã, no Hospital Memorial São José, no Recife, nosso ex-colega de BB, Antonio de Pádua de Lira Barros.
Valéria, sua viúva, informou que o velório será no Cemitério Morada da Paz, em Paulista (PE).

Fernando Pires <fernandopires1@hotmail.com>
Recife, PE Brasil - 10-Julho-2017 / 13:00:03

Opções da juventude

Segundo pesquisa da Universidade de Oxford, na Inglaterra, a maioria dos adolescentes que procuram os consultórios dos psiquiatras e psicólogos, demonstram problemas de comportamento provocados por uso de drogas, álcool, relacionamentos amorosos e, o que mais surpreendeu os cientistas, a perda de um ente querido durante a fase da infância e início da puberdade.
Na novela Pega Pega das 19 horas, exibida pela Rede Globo, a autora Cláudia Souto mostra em uma das tramas a personagem Bebeth, vivida pela atriz Valentina Herzage, que após perder a mãe em um trágico acidente, adota “Flor”, um canguru de pelúcia como seu amigo e confidente, levando o pai a consultar um médico especialista sobre essa estranha atitude.

Situação como essa, mesmo desagradável e difícil, não deve ser usada para justificar a derrota e o fracasso do jovem como ser humano.
Lembramos celebridades que perderam muito cedo ou nem mesmo conheceram seus pais, ainda assim venceram e atingiram sucesso e fama. Aconteceu com a estrela Débora Duarte criada pelo padrasto Lima Duarte que lhe emprestou o sobrenome; Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos foi educado pelo novo marido da viúva que o registrou como filho; Steve Jobs, aquele da Apple, depois da Pixar e sócio da The Walt Disney Company, logo após seu nascimento foi levado pelos tutores para a Califórnia, perdendo definitivamente o contato com seus pais biológicos; Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul foi adotado ainda criança depois da morte do seu pai legítimo e, por último, registramos a saga de John Lennon que foi abandonado pela mãe quando o pai desertou da marinha, sendo criado por uma tia em Liverpool.

Esperamos que os jovens não desafinem com a realidade da vida para que não sofram com as adversidades e não desperdicem suas lágrimas por causas banais, não esperem que os resultados positivos “caiam do céu”, que reajam com maior intensidade aos obstáculos do dia-a-dia, evitando assim, que se tornem escravos da solidão e vítimas da depressão. Guimarães Rosa na obra Grande Sertão: Veredas, alertou que “o importante e bonito do mundo é isso: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas, mas que elas vão sempre mudando...”
Então, à toda juventude, desejamos que se afinem com o mundo moderno e, acima de tudo, com Deus.

Carlos Moura Gomes <carlosmouragomes@yahoo.com.br>
Gravatá, PE Brasil - 28-Junho-2017 / 23:18:25
Oi Fernando, ontem tive um domingo muito fora do normal, mas, bem cheio de atividades agradáveis, pois tive a oportunidade de conhecer um paraibano. Deixe-me contar...

Normalmente saio de casa pra ir a nossa igreja, Grace Community Church in Sun Valey 10 minutos antes das 10 da manhã. Removi o carro da garagem e fui chamar a Sylvia; até aí tudo normal. Fechamos a porta de casa e nos dirigimos para o carro. Abri a porta do veículo, sentei-me e tentei ligar o carro; tive então uma surpresa bem desagradável: a bateria estava descarregada.
Chamei o emergência e fui atendido dez minutos depois. O atendente verificou tudo nos mínimos detalhes e me informou em poucas palavras dizendo que a bateria está boa, mas ela estava sendo usada por 4 anos e meio. Autorizei a instalação de nova bateria e tudo correu bem, no entanto o relógio marcava 10 ½ da manha, estávamos saindo de casa atrasados por meia hora. Falei pra minha esposa que iríamos chegar ao nosso destino na hora de ouvir a pregação, e fomos.
Tínhamos sido convidados para ir até à casa do meu filho Ivan depois dos serviços da Igreja, onde haveria uma festinha em homenagem ao Sean, meu neto #2 pela conclusão do curso ginasial e ao mesmo tempo se despedindo, pois próximo domingo ira para Academia de Merchant Marines localizada em Hew York City.
Nós estamos muito alegres com o sucesso do neto.

Terminado os serviços da igreja ao meio dia, saímos como de costume para encontrar amigos e parentes o que é sempre agradável. A nossa igreja fica uma pequena cidade de dez mil habitantes, sendo também uma boa demonstração da representação das Nações Unidas; pra mim aquilo é fantástico.

Estávamos a conversar com alguns amigos quando de repente vi um moço pequeno e bem jovem, 18 anos de idade, vindo na nossa direção que apresentava algo singular e que nos chamou a atenção: ele trazia uma bandeira brasileira no seu peito, como a dizer, hey, sou brasileiro e estou aqui.

Quando ele finalmente me foi apresentado perguntei: você é brasileiro? Ele respondeu afirmativamente e fiquei satisfeito e curioso. Jeilson, paraibano de Campina Grande, com sua mala e violão chegou em Los Angeles pela manha de domingo e se dirigiu imediatamente, via táxi, para nossa igreja que fica mais ou menos umas 55 milhas de distância do aeroporto internacional.
Ele já conhecia nosso pastor através do programa de rádio, consequentemente também a nossa igreja. Ele veio para participar de uma semana de competição musical que está sendo apresentada esta semana na Universidade da Califórnia , Fullerthon em Orange County.
Até aí, tudo bem, no entanto houve um desencontro muito grande.
O nome Fullerthon é usado no seminário locado em Pasadena uma cidade mais ou menos 6 milhas ao norte da nossa casa; nós começamos a falar sobre o seminário mas, não era correto. Quando chegamos ao seminário foi então que percebi que eu estava errado. Fomos comer, pois já era time apropriado.
Apos o almoço nos dirigimos para o local certo 45 milhas ao sul. Ao chegarmos, vimos outros que estavam vindo com o mesmo objetivo de participar na competição. Foi um desencontro que nos permitiu conhecer o jovem competidor. Ele estava viajando de Campina Grande pra João Pessoa de lá pra São Paulo onde teve que esperar 7 horas para tomar o avião pra Los Angeles, mas foi tudo maravilhosamente concluído.
Voltamos pra casa do meu filho, chegamos as 5h20 da tarde e ainda participamos do final da festinha dos moços com suas cantorias. Em tudo tive a ajuda do Ian, meu neto, que esteve comigo por ocasião da nossa visita a Afogados. É sempre um prazer conhecer as novas gerações sertanejas, especialmente quando eles têm algo a contribuir. E acima de tudo, dentro da Igreja.
Louvado seja o Senhor.
Ate breve.

.

Zezé Moura <jojephd@yahoo.com>
Rosemead - Califórnia, CA EUA - 20-Junho-2017 / 18:42:39

MENTES AMBICIOSAS

O dito “mundo moderno”, num processo selvagem, quase que impõe as pessoas ao suposto sucesso.
A propaganda mirabolante exige que você tenha uma casa exageradamente espetacular e carros de luxo; frequente festas badaladas, conheça alguém famoso, tenha uma conta bancária, use roupas de marca e viaje, sempre, ao exterior.
Enquanto que na África, ignorados pela mesma mídia, humanos morrem de fome e doenças diversas; no Oriente Médio a população convive, permanentemente, com confrontos sangrentos; as florestas da Amazônia são, covardemente, desmatadas para fins comerciais; até o clima mudou drasticamente.
O resultado dessa cruel cobrança social já é percebido claramente no comportamento de muitas civilizações. Assistimos fanáticos excitando a “guerra santa”; os jovens aderindo ao crime e as drogas; as crianças acreditando na fantasiosa bondade de Papai Noel e esquecendo os ensinamentos de Jesus Cristo, e mais, preferindo os presentes a um abraço fraterno.
Observamos, infelizmente, uma sociedade cada vez mais materialista e menos espiritualizada. Lutemos, pois, por uma relação mais próxima com o Criador, por uma convivência de respeito com o semelhante, com o meio ambiente e com todas as formas de vida existentes na terra.
Gandhi deixou registrado para a humanidade que “O MUNDO É CAPAZ DE PROVER A TODOS O SUFICIENTE PARA AS SUAS NECESSIDADES BÁSICAS. MAS NÃO É GRANDE O BASTANTE PARA PROVER OS DESEJOS DE UMA SÓ MENTE AMBICIOSA”.

Carlos Moura Gomes <carlosmouragomes@yahoo.com.br>
Gravatá, PE Brasil - 17-Junho-2017 / 18:21:30

Fernando Pires <fernandopires1@hotmail.com>
RecifePE, Brasil - 13-Junho-2017 / 1:29:31

Fernando Pires <fernandopires1@hotmail.com>
Recife, PE Brasil - 13-Junho-2017 / 1:20:19

Fernando Pires <fernandopires1@hotmail.com>
Recife, PE Brasil - 12-Junho-2017 / 17:48:59

Morei e estudei em Afogados da Ingazeira.
Amo essa cidade.

Raimunda Julia de Vasconcelos <julia.rai.6451@gmail.com>
Santo André, SP Brasil - 21-Maio-2017 / 21:37:09
[Próximo]

Volta

Livro de Visitas desenvolvido pela Lemon Networks