AFOGADOS DA INGAZEIRA - MEMÓRIAS Guest Book

Caso você queira colocar seu registro, clique aqui!


 Registros de 341 a 360 do total de 5070 [Anterior] [Próximo]

Quero deixar aqui minha opinião pessoal sobre o grande mutirão pelo desassoreamento de Brotas, que aconteceu ontem, 22 de setembro, aqui em Afogados da Ingazeira.
Estive na Barragem de Brotas e o que vi foi emocionante. Máquinas e homens se misturavam em um único sentimento: solidariedade e amor ao próximo. Ali pude ver que não existia diferença entre cor, raça, crença religiosa ou sigla partidária. O que predominava naquele momento era o desejo de fazer acontecer, era um misto de tristeza e alegria. Tristeza por ver a que ponto chegou nossa Barragem, e alegria em ver que ali juntavam-se todas as forças, sem discriminação de qualquer tipo. Todos queriam ajudar, dar sua contribuição, de qualquer maneira.
Agradecer a Deus é muito pouco, por ter tocado no coração de cada pessoa que se engajou nessa luta. Registrar também que o pioneiro em defesa de Brotas foi o pesquisador Fernando Pires, muito antes da mídia comentar. Quando Brotas ainda não estava na "moda", Fernando já "gritava, pedindo socorro por ela”.
Deus recompense a todos que abraçaram e estão abraçando esta causa. E a você, Fernando Pires, que Deus o ilumine a continuar contando a história da nossa querida Afogados da Ingazeira.

Sunnye Rose <sunnye@speletronica.com.br>
Afogados da Ingazeira, PE Brasil - 23-Setembro-2013 / 15:54:23
"Queridos amigos,
Estou de volta a Curitiba porque três meses após o transplante de medula óssea mamãe apresentou complicações e voltou a ser internada. Desde o início deste processo em busca da cura temos entregado tudo nas mãos de Deus. Peço que continuem junto a nós em oração e pensamento positivo. Abraços,"

(Eugênia Simões, no Facebook)

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 23-Setembro-2013 / 8:50:05


Festejos Juninos em 27 de junho de 1995 - há 18 anos -, na Escola Pe. Carlos Cottart.

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 23-Setembro-2013 / 8:32:57

MAIS UMA PERDA NA FAMILIA MARTINS
PauloMartins
*
† 18.09.2013

Faleceu, na cidade de Vitoria da Conquista-BA, mais um membro da família Martins.
Na foto, alguns dos irmãos de dona Margarida Martins (em memória), inclusive o falecido, em destaque. ============

"Faleceu na madrugada desta 4ª feira (18), em Vitória da Conquista, o representante comercial aposentado, Paulo Martins Fernandes de Souza, aos 74 anos de idade. Maçom emérito da Loja União e Liberdade, grau 33, orador oficial. Um nome reconhecido em todo Estado da Bahia. Foi diretor da CDL e presidente da Ordem Rosa Cruz. O corpo está sendo velado na Loja Maçônica União e Liberdade localizada no Alto da Boa Vista em frente ao Clube D’ Waller. O sepultamento será na tarde de hoje, às 16 horas no Cemitério Jardim da Saudade. (Do blogdaresenhageral.com.br em 18.09.2013)

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 20-Setembro-2013 / 8:29:21

Devolvo

Bom dia tristeza, como estás? / Permita-me sentar aqui ao lado
Venho aqui devolver o que foi dado / Quando ouvi certa vez, não quero mais.

Enfraquecido em meus sinais vitais / Vi o chão de meus pés, ser retirado,
Nesta hora, sozinho e amargurado, / Tu me deste afagos tão fatais.

Foi difícil me livrar de teus abraços
No meu rosto, a amargura pôs os traços,
Transformou meu viver, em agonia;

Mas agora, nova vida abriu-me os braços,
Não preciso mais ficar com teus percalços
Aqui está, minha carta de alforria!

Wellington Rocha <wellingtonrocha_96.7fm@hotmail.com>
Afogados da Ingazeira, PE Brasil - 19-Setembro-2013 / 6:39:19

O medo da idade

O Prêmio Nobel de Medicina 2009, foi conferido a cientistas americanos que iniciaram uma profunda pesquisa sobre como retardar o envelhecimento das células humanas. Concluíram esses três estudiosos que as pessoas usando de sabedoria e inteligência podem sim, viver por mais alguns anos e, o mais importante, sendo extremamente felizes.
Nessa terça-feira, 17.09.2013, a novela “Amor à vida”, exibiu cenas onde a atriz Suzana Vieira que interpreta Pilar, uma médica sessentona, flagra seu amado com a secretária num apartamento de luxo. Dr. César, o marido, que é diretor de um famoso hospital, vivido por Antônio Fagundes, fica sem reação e pede que a traída esposa “entenda a situação e que tudo irá se resolver”.
A jovem e bonita Vanessa Giácomo, no papel de Aline, a amante, diz que Pilar está velha, não mais despertando interesse aos desejos masculinos; o que a deixa bastante triste, furiosa e frustrada, acreditando ser realmente ultrapassada para receber os carinhos do antigo companheiro. O autor Walcyr Carrasco, que também escreve livros infantis, tenta mostrar a realidade dos casamentos sem uma estrutura sólida de amizade e confiança, provando que caso não haja compromisso e cumplicidade do casal, o tempo de relacionamento não significa segurança e fidelidade de ambas as partes.

Lembramos que na vida real, casais como Denzel Washington e Pauleta Pearson estão juntos fazem mais de trinta anos. Tarcísio Meira e Glória Menezes; Paulo Goulart e Nicette Bruno são quase sessenta anos de convivência em perfeita harmonia e felicidade. O medo muitas vezes tem se constituído no maior inimigo das pessoas, levando ao fracasso dos nossos planos materiais e espirituais. Jamais poderemos temer o projeto Divino e, nossa idade é fruto do caminho que já percorremos nessa enigmática estrada da vida.

Vivamos, pois, com sonhos e realidades, porque a terceira idade, a boa idade, a melhor idade, ou seja, a velhice é como “as folhas de outono que não caem porque querem, e sim porque é chegada a hora.”

Carlos Moura Gomes <carlosmouragomes@yahoo.com.br>
Afogados da Ingazeira, PE Brasil - 18-Setembro-2013 / 10:26:33


O sertanejo Zezé Moura, que reside em Rosemead (CA), EUA, não esquece os seus irmãos afogadenses, a sua origem... Sempre está enviando sua contribuição para a ASAVAP (Lar do Idoso). A Associação recebeu neste setembro mais uma generosa colaboração.

Quem se dispuser a ajudar, não se constranja, pequena que seja a sua oferta...

Efetue seu depósito na conta acima ou contate Ana Paula ou outro atendente na ASAVAP através do telefone (87)3838.1975. Outra opção é enviar sua contribuição através de DOC ou TED para a Poupança acima. O CNPJ é...

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 18-Setembro-2013 / 7:19:50
Com muito pesar, informo a amigos e parentes a confirmação da morte encefálica de meu sobrinho Guilherme, vítima de atropelamento em São Paulo.
Ele era filho de minha saudosa irmã Maria Goretti.

Luciana Carvalho <lucianaeroseno@gmail.com>
Brasília , Df Brasil - 17-Setembro-2013 / 18:17:28




Hiram Pereira, jornalista, ator e poeta, desaparecido na ditadura no Brasil. As filhas se encontram para falar sobre o pai através da música, elemento unificador no cotidiano da família. Recife - 2013

sobre o trailer: Guarania da lua nova, de Luiz Vieira, com voz Sacha Lídice e arranjo e direção musical Maestro Joca Costa
realização: Ferramenta Communicatio
edição: Leila Jinkings e Luiz Henrique Soares / ator: Paulo Vasconcelos
(Leila Jinkings e Sidnei Pires)

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 16-Setembro-2013 / 17:24:01

Indignação de uma mãe!
(Sobre um atendimento na área de saúde em Afogados da Ingazeira)

"Boa noite, Sr. Fernando,
Na última quinta-feira, 12 de setembro, meu filho amanheceu febril e começou a ficar molinho; já eu achei que não iria ser nada e lhe dei uma dose de Novalgina, como de costume, quando ele começa a ter febre. Esperei todo o resto do dia pra ver se ele evoluía e a febre cedia, mas isso não aconteceu.
Às 20h resolvi levá-lo à Casa de Saúde, porque lá um Pediatra estava de plantão. Cheguei, fiz a ficha, e logo fui atendida pelo Dr. Ribamar. Ele examinou meu filho (garganta, ouvidos, barriga) e não constatou qualquer anormalidade. Me fez algumas perguntas, e por conta da febre que nesse momento era de 39º achou melhor deixar meu filho internado para fazer exames. E assim foi...
Ele foi internado e medicado com antibiótico Cefalotina (de 6 em 6h), e Dipirona, para febre. Durante a noite ele evoluía bem e eu até me animei achando que no outro dia teria alta.

Na manhã do dia 13 às 6h, o Dr. Ribamar passou fazendo a visita e me disse que o Pedro ficaria ali até que fossem realizados os exames e saíssem os resultados. Caso não houvesse alteração, o Dr. Edson passaria, olharia e lhe daria alta.
Pouco tempo depois o Dr. Edson esteve no quarto e lhe repassei a informação do Dr. Ribamar... Ele disse que assim que saíssem os exames ele passaria lá para avaliar a criança. Mais ou menos às 10 da manhã foi colhido material do meu filho para um hemograma e um sumário de urina. Às 11h30 informei à técnica de enfermagem que meu filho estava com os lábios muito ressecados, com aparência de desidratado e com febre de 38,5º... foi novamente feito uma dipirona, e ele continuou no soro e no antibiótico.

Às 15h sairam os resultados dos exames do meu filho. Às 16h20 novamente estava meu filho - que mesmo tomando antibiótico há quase 20h -, novamente com 38,2º de febre. Fiquei angustiada ao ver meu filho sem se alimentar - nem sequer de água -, abatido, com aparência de desidratado, ali tomando todas aquelas medicações e sem resultado. Continuei a aguardar o médico que iria passar pra ver meu filho como combinado e me dar os resultados dos exames.
Passaram-se as 18, 19, 20h e nada de um médico aparecer; foi quando vi um médico amigo que ia passando para avaliar um paciente seu e lhe pedi que desse uma olhadinha nos exames do meu filho. Ele prontamente assim procedeu e me informou que não tinha dado nada, que poderia ser uma virose. Nisso lhe questionei as já passadas 24h ali e nada de resultados... Ele me pediu que aguardasse o médico que viria evoluir pra ver qual a posição do mesmo, porque ele não poderia prescrever nenhuma medicação... (certíssimo ele, já que meu filho não era seu paciente.

Novamente estou eu ali, angustiada, esperando o médico vir evoluir meu filho e cadê?! NADA DE MÉDICO! Às 2h da madrugada acordei com meu filho gritando, com febre de 39º, chamei novamente a técnica em enfermagem que mais uma vez lhe fez outra dipirona... essa já a 4ª em 30h de internação, afora o antibiótico que estava sendo feito de 6 em 6 horas sem nenhum resultado já que a febre não cedia.
Demorou um bom tempo pra que ele voltasse a dormir.

No sábado 14, e lá vou eu de novo no Postinho das técnicas em enfermagem avisá-las de que novamente estava o meu filho com 39º de febre. Novamente o que foi feito? “Dipirona!” Coitado, já estava com trauma de tanta injeção. Nesse momento questionei à Técnica sobre a visita do medico e ela “não me respondeu”.

Algum tempo depois me aparece o Dr. Roberto na porta do quarto do meu filho... até me animei porque enfim ia ter uma resposta do que estaria acontecendo com o garoto já que até então ninguém havia me informado nada. A animação foi embora muito rápida e, sabe por que? Dr. Roberto simplesmente chegou na porta sem sequer examinar o meu filho pra ver se sua garganta estava inflamada e o porquê de sua barriga estar inchada já que ele não estava se alimentando.
O doutor me fez uma única pergunta da porta: -Como ele está? Lhe respondi que estava do mesmo jeito, com febre, porém não sabia de onde estava vindo esse problema já que meu filho não estava sequer resfriado, nem tendo diarreia, muito menos vômito. Ele simplesmente se virou e me disse ele iria continuar internado já que ainda tem febre.
Pouco tempo depois chega a menina do Laboratório Maria do Carmo para colher sangue e realizar um Hemograma do meu filho. Mas, peraí, Hemograma de novo? E eu nem sequer fui informada? Tudo bem, foi colhido mais sangue. Dei um banho na criança que ainda estava muito febril e tentei fazer ele comer novamente, sem sucesso, já que ele só havia tomado uns 3 dedos de mingau...

Às 10 da manhã, quando eu consigo fazê-lo dormir, sinto algo quente, escorrendo em mim... fui olhar a fralda do meu filho e tinha sangue! Isso mesmo, SANGUE! Nesse momento me desesperei mais do que já estava e fui mostrar à técnica... ela me perguntou o que ele tinha comido e eu lhe respondi que “nada”, só tinha tomado “um pingo” de leite, e ela respondeu que tinha sido dele. Respondi que não, pois ele toma todos os dias e não acontece nada.
Ela foi avisar ao Dr. Roberto que disse que viria olhar quando o resultado do exame chegasse. Correndo, deixei meu filho com uma moça que estava no quarto da frente e fui pegar o resultado do novo hemograma que novamente deu NEGATIVO!
Comecei a chorar e ficar cada minuto mais preocupada sem saber o que estava acontecendo com meu filho. A técnica novamente chamou o Dr. Roberto que novamente foi no meu quarto e nem sequer triscou no meu filho: simplesmente olhou a fralda da criança e saiu dizendo que iria passar um remédio e que eu aguardasse... Aguardar o quê, me pergunto?! Meu filho piorar?!
Vem a Técnica e lhe pergunto o que era a medicação e ela me respondeu que era Florax... Mas, se meu filho não está com diarreia porque dar Florax? E se é infecção intestinal o correto não é deixar ele colocar tudo pra fora?! Ele tomou o medicamento e continuou molinho, sem querer se alimentar nem tomar água. Deu umas voltinhas pelos corredores e voltou a se deitar, conseguindo assim dormir um pouco...
Ao acordar às 18h novamente meço a temperatura, e quanto está? 38,5°... A Técnica dessa vez não fez a dipirona e sim deu uma dose de Tylenol para meu filho, e lhe questionei: Mas, se o Dipirona endovenosa (na veia) não está fazendo efeito, imagine se uma dose de Tylenol via oral vai fazer!

Ela então me pediu que tirasse a camiseta do meu filho e fizesse um envoltório (compressa). Dei o remédio e fiz a compressa. Aguardei para ver se a febre baixava, e nada... foi quando simplesmente informei a ela que tirasse o soro do meu filho que eu o levaria pra casa já que lá não estava resolvendo nada, e que ele começava a apresentar sinais de cansaço (falta de ar) e que Dipirona eu tinha em casa. Foi quando ela me pediu que aguardasse que ela iria chamar o médico pra dar uma olhada nela. Poucos minutos depois ela volta e me disse que o médico simplesmente não tinha sido encontrado.

Fui à recepção, pedi um termo para assinar que iria sair com meu filho... o rapaz da recepção assim o fez, assinei e fui pegar meu filho. Fui ao Postinho e pedi os exames para que pudesse mostrar a outro médico e ela me respondeu que só poderia me ceder as xerox.
Fui novamente à recepção e pedi que o rapaz me entregasse cópias dos exames e das medicações para que eu pudesse mostrar a o outro medico o que meu filho já estava tomando, e sabe o que ele me respondeu?! “Que NAO PODIA!” Que só forneceria dos exames porque foram feitos particular (pagos)... Mas, peraí, a consulta também não foi? Pra que a gente paga plano caro?
Comecei a me estressar e lhe disse que não iria ficar naquela Casa de Saúde onde não estava obtendo resultados e que nem sequer tinha “um médico” que pudesse dar a devida atenção ao meu filho, e que na segunda-feira procuraria meus direitos porque eu dei entrada com meu filho somente com febre e estava saindo de lá com ele além da mesma febre, cansado e que tinha feito cocô por duas vezes com sangue...
O rececionista entrou lá na sala, tirou xerox dos exames e da primeira folha de medicação que meu filho tinha tomado, no caso, no ato da internação e da evolução do Dr. Ribamar.
Na parte em que o Dr. Roberto prescreveu e evoluiu ele não me deu. Às 20h (48h após a internação do meu filho) estava eu indo pra casa com meu filho, febril, com diarreia e cansado.
Cheguei em casa, e felizmente o meu filho está até mais animadinho, já tomou uma mamadeira de Gagau, mas infelizmente a febre continua, o cansaço inclusive. Fez nebulização e uso de sua bombinha, e cocô por duas vezes. Graças a Deus sem sangue, porem escura.
Estou rezando aqui para que ele não tenha nenhuma piora mais grave e que eu consiga levá-lo para sua pediatra, Dra. Vânia na cidade de Serra Talhada, porque, felizmente, graças a Deus, todas as vezes que precisei dela com meu filho, ela sempre nós deu “a devida atenção e cuidados ao meu filho”.

É triste, muito triste, saber que a gente tem que sair da sua cidade natal a procura de uma boa assistência médica. Ninguém vai em busca de assistência médica simplesmente porque quer! Eu mesma faço de tudo e só levo quando já não consigo resolver em casa...

Sem dúvida, esses têm sido os piores dias da minha vida. Espero que outras pessoas não precisem passar pelo que passei, e que não venha a acontecer o pior por conta de profissionais que não dão valor ao seu paciente!

Apesar de tudo, não poderia deixar de AGRADECER ao Dr. Ribamar pela atenção dada ao meu filhote no tempo em que ele o acompanhou, às técnicas de enfermagem que fizeram o que podiam dentro das suas limitações...

Deixo aqui o meu repudio aos que podiam fazer algo – simplesmente cumprindo o seu dever - e, por motivos que não sei, não o fizeram. Infelizmente você paga um plano de saúde caro, esperando ter um atendimento digno e atencioso, mas não é o que aconteceu comigo e o meu filho.

Antes tivesse levado meu filho ao Hospital Regional Emília Câmara... garanto que lá teria pelo menos saído com uma resposta do que meu filho tem, já que da Casa de Saúde saí sem essa informação.

Esse foi apenas o DESABAFO de uma mãe que ama seu filho e que não vai se omitir em cobrar os seus direitos.

Informo que estou munida de provas de tudo que o estou dizendo (fotos, exames, prontuário incompleto, pacientes)."

(O desabafo acima foi-me enviado pela senhora Deysianne Dayanne, mãe do pequeno Pedro, de 2 anos de idade, neste sábado 14 de setembro)

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 15-Setembro-2013 / 9:43:18
Fernando, gostaria de deixar o meu agradecimento ao meu primo Gonzaga Barbosa. Obrigado, Gonzaga, pelo livro. Com certeza vou ler, porque, mesmo tao longe, sentimos muita falta da nossa terra, e que bom que esse livro vai nos ajudar a lembrar das coisas do nosso querido sertão. Abraço, Gonzaga.

Alexandre Virginio Lopes <alexandrevg_2006@hotmail.com>
Hudson, MA EUA - 14-Setembro-2013 / 18:55:00
Faleceu, em Afogados da Ingazeira, a professora Alice Queiróz

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 14-Setembro-2013 / 16:45:18
Sábio o sr. Agapto.
Infelizmente faleceu.
Tinha boas ideias...

Léia Nunes <mlncampos@hotmail.com>
Rio de Janeiro, RJ Brasil - 11-Setembro-2013 / 18:04:55
Um grave acidente vitimou o afogadense Agapto Vieira, na tarde desta terça-feira 10.
Nas proximidades do Sítio Arroz, entre Água Branca e Imaculada, na Paraíba, ele conduzia um caminhão tanque (combustíveis), quando perdeu o controle do veículo e acabou tombando.
Agapto foi arremessado para fora do caminhão e, com o impacto, morreu na hora.
(informações do blog do Itamar)

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 11-Setembro-2013 / 6:57:03
Fernando, aproveito esse espaço para apresentar a todos os familiares do contemporâneo Agapto Vieira (in memoriam), meus votos de pesar pelo triste acontecimento, conforme registrado em alguns blogs da região.

Edson Bigodão <edsoncsiqueira@yahoo.com.br>
Caruaru, PE Brasil - 11-Setembro-2013 / 6:53:10

Tragédia anunciada!

Há quanto tempo não vimos alertando sobre a grave situação de Brotas...
Recentemente - dia 28 de agosto - o sr. Manoel Ramos deu esse depoimento na Rádio Pajeú sobre esse descaso em Afogados da Ingazeira.

Clique no player abaixo e ouça...

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 10-Setembro-2013 / 9:12:44
Sou apaixonado pela minha terra, sou de Afogados da Ingazeira com muito orgulho. Moro no Rio há um bom tempo, mas não esqueço da minha terra. Sou filho de Tom de Jasmelina. Beijos!!!

Jackson Alves <jaksonalves@gmail.com>
Rio de Janeiro, RJ Brasil - 9-Setembro-2013 / 20:21:15


Anos 1970 - Desfile de 7 de setembro / Acervo de Vital Tenório.

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 9-Setembro-2013 / 19:50:03

A criança, a juventude e o Lar do Idoso...

O programa “Criança Esperança”, edição 2013, da Rede Globo, registrou quase novecentas mil ligações, e arrecadou mais de 10 milhões de reais, repassados à Unicef. Foram horas de apresentações, ao vivo, com as mais famosas e populares estrelas nacionais.

A Jornada Mundial da Juventude, realizada recentemente no Rio de Janeiro, previu despesas, somente com o palco principal, no Campo da Fé, na ordem de 350 milhões de reais. O Governo Federal contribuiu com 112 milhões, o Estado e a Prefeitura do Rio de Janeiro entraram com mais de 90 milhões de reais; os empresários bancaram boa parte e o restante a Igreja planejou que viria dos fiéis como doação voluntária.

O primeiro evento, como é do conhecimento de todos, beneficia muitos projetos sociais com a manutenção e criação de novos trabalhos educativos com crianças carentes das mais diferentes regiões do país e, no segundo, além de trazer uma mensagem de alto valor espiritual, proporcionou um retorno de aproximadamente, um bilhão e meio de reais para a economia do país .

Com custos bem mais modestos e amparados nesses vitoriosos exemplos, pedimos maior atenção dos governantes e sensibilidade dos empresários no sentido de juntar-se à população que se esforça há mais de quatro anos tentando avançar com as edificações do “Lar do Idoso”, aqui de nossa querida Afogados da Ingazeira.
Certamente, com a adesão desses apoios, ampliam-se as reais possibilidades de conclusão dessa importante obra humanitária. Seremos quase quarenta mil habitantes, nesse Sertão Pernambucano, trabalhando e crentes que esse sonho tornar-se-á realidade.

Que o Criador do Universo mantenha crianças, juventude e idosos do mundo inteiro se respeitando mutuamente, dando chances para que a humanidade se redima das falhas, ratificando o brilho, pelo menos, de algumas honrosas páginas de nossa história.

Carlos de Moura Gomes <carlosmouragomes@yahoo.com.br>
Afogados da Ingazeira, PE Brasil - 9-Setembro-2013 / 19:34:03
Caro Fernando, Uma sensação de nostalgia sempre nos atinge quando, de alguma forma, retornamos ao passado. Recordo que, a partir de 1956, pelo menos duas vezes por ano, eu e demais familiares, viajávamos de Caruaru para Afogados da Ingazeira utilizando o trem.
Durante anos a viagem era realizada por uma “Maria Fumaça”. No final dos anos sessenta, salvo lapso de memória, outras máquinas - iguais a essa filmada pelo amigo Vital Tenório - que chamávamos “Maquina Elétrica” -, passaram a fazer o percurso entre o Recife e Rio Branco (Arcoverde). A partir de lá, o comboio novamente era “puxado” pela “Maria Fumaça”, que, até chegar a Afogados, passava por “Lagoa de Baixo” (Sertânia), “Henrique Dias”, “Pinto Ribeiro”, “Albuquerque Né”, “Coruja” (Irajaí), e “Macacos” (Iguaracy).

Bons Tempos... Momentos inesquecíveis para quem os vivenciou.

Edson Bigodão <edsoncsiqueira@yahoo.com.br>
Caruaru, PE Brasil - 9-Setembro-2013 / 18:17:04
[Anterior] [Próximo]

Volta

Livro de Visitas desenvolvido pela Lemon Networks