AFOGADOS DA INGAZEIRA - MEMÓRIAS Guest Book

Caso você queira colocar seu registro, clique aqui!


 Registros de 341 a 360 do total de 4985 [Anterior] [Próximo]

Palavra empenhada – Em entrevista, ontem, ao Frente a Frente, o governador Eduardo Campos assumiu o compromisso em executar o desassoreamento da barragem de Brotas, em Afogados da Ingazeira. “Mas só podemos fazer qualquer intervenção no reservatório depois de garantir outra fonte de abastecimento para o município e isso se dará com poços emergenciais e em definitivo com a Adutora do Pajeú”, afirmou. (Magno Martins (foto) no blogdomagno.com.br)

_______________________

Magno, assumir compromisso não é realização. Afinal, há quase DOIS ANOS vimos apelando para uma solução da grave situação por que passa nossa barragem. Quero ver para crer nesse desassoreamento de BROTAS. Voltaremos a cobrar quando se esgotar o prazo! (Fernando Pires)

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 26-Julho-2013 / 9:18:32

SEMPRE BROTAS

Diante de tantas cobranças e apelos feitos, através deste mural, em favor da Barragem de Brotas, tive a curiosidade de tentar saber desde quando tais reclamações vêm acontecendo.

Confesso que fiquei cansada de ler tantos comentários nesta página, falando do mesmo assunto. Desde setembro de 2012 (onde parei de olhar), semanalmente, houve advertências no sentido de que as autoridades competentes voltassem um pouco as suas atenções para a situação em que encontra a Barragem de Brotas.

Como se vê, vai completar um ano de descaso e falta de respeito para com o povo da região do Pajeú. O que nem causa admiração, já que, neste país, as coisas sérias não são encaradas com seriedade. O próprio projeto para a construção desta mesma barragem, foi engavetado pelos políticos 'honestos' durante 60 anos. Outro exemplo bem claro é a Adutora do Pajeú, prometida para ser entregue no dia do aniversário da cidade. E aí, a promessa foi cumprida? Vale salientar que o valor do investimento foi de R$ 99.326,622,00. É o nosso dinheiro sumindo pelo ralo, ou melhor, para o bolso de alguém.

Lembro-me que, próximo do final do ano, em debate na Rádio Pajeú, a gerente regional da Compesa dizia que a barragem estava na iminência de entrar em colapso total, mas nada foi feito. Falava-se também de bombas instaladas, sugando água, dia e noite para chácaras, piscinas e plantios diversos, mas tudo continuou do mesmo jeito.

Hélio Noronha falando sobre o desassoreamento da barragem, questionava: "Nesses 40 anos de Barragem de Brotas o que foi feito para a sua proteção e recuperação?" Continua ele. "Enquanto a população não tomar a frente...com movimentação de gente,...político nenhum vai fazer nada." E eu fico pensando, como nós somos acomodados, para algumas coisas. Quando o povo quis protestar contra o Ministério Publico, apareceram carros, motos, carroças de burro, adultos e crianças, foi gente até da zona rural. Agora, para reivindicar dos políticos um direito que temos, ninguém se movimenta.Não precisa nem questionar por que isso acontece.

Neste espaço democrático, onde a gente tem vez e voz, podemos ver quantas pessoas já se pronunciaram, gritaram, pediram e denunciaram o caos em que se encontra a nossa barragem e nada foi feito até agora. Até quando vamos esperar?
Com certeza, tem alguém zombando da cara da gente.
Danizete, leio tudo o que você escreve, você não é 'chato'; é perseverante. Parabéns pela sua autenticidade.

Elvira de Siqueira <elviradesiqueira@hotmail.com>
Afogados da Ingazeira, PE Brasil - 25-Julho-2013 / 23:14:02

Salve Brotas!

Conterrâneos e amigos da cidade de Afogados da Ingazeira do vale do Pajeú: Acordem!!! O problema é grave e exige solução imediata. O custo da postergação e do “jogo de empurra” está muito alto e custando vidas humanas, animais e a própria natureza.
Apesar do nosso hino nacional em uma de suas estrofes afirmar - “deitado eternamente em berço esplêndido”, cabe ressaltar: não podemos viver se estamos morrendo de sede. Não merecemos tanta humilhação, o descaso já ultrapassou a todos os limites possíveis.
Dormir em berço esplêndido não temos direito, não o fazemos. Dormimos pouco e acordamos cedo para o trabalho. E para trabalhar e viver é preciso lutar em busca do líquido precioso chamado água, que é a fonte primária da vida.
Nas eleições, os nossos candidatos a mandatários se omitem das suas responsabilidades futuras, utilizando de projetos ilusórios em suas campanhas para ludibriar a população, omitindo e mentindo acerca das nossas reais necessidades.
Temos que mobilizar a nossa sociedade o mais rápido possível e promover um abaixo-assinado para uma Intervenção no nosso município, alertando à população sobre o colapso eminente exposto em nossa região.
Chega de promessas vazias ou quase nada, quem nega à população o direito inalienável a esse precioso líquido não possui sensibilidade humana.
Solicitamos uma solução definitivamente para o grave problema de abastecimento de água em nosso município. Vamos dar um basta aos descasos que estamos sujeitos no dia a dia.
Atenciosamente,
Adm. Carlos Fernandes Viana Alves

Carlos Fernandes Viana Alves <cviana07@gmail.com>
Brasília, DF Brasil - 25-Julho-2013 / 15:03:57
Não tenho dúvida que já passou da hora de uma reação das pessoas prejudicadas por tanta omissão. A culpa não é somente da falta de chuva é TAMBÉM da exploração da COMPESA, do desperdício e da falta de limpeza.
É preciso exigir ação imediata dos gestores, omissão do lado de lá é mais que suficiente.

Ademar Rafael Ferreira <aherasa@ig.com.br>
Marabá, PA Brasil - 24-Julho-2013 / 23:54:18

O Caos em Brotas

Passando por esse Mural, como sempre o faço em minhas rotinas diárias, não consigo me calar diante de tantos absurdos como os que são praticados em relação a Brotas e pouco me importando se vão me chamar de chato, intransigente ou coisa parecida, o meu ceticismo sobre essa questão continua tão vivo como dantes.
Essa conversa do secretário estadual de Recursos Hídricos, José Almir Cirilo, publicada no Blog do meu amigo Magno Martins é muito parecida com a promessa do Ministro Fernando Bezerra Coelho que entregaria a Adutora no dia do aniversário da cidade (1º de julho). Eu só acredito nessas conclusões em tempo hábil se a FIFA tomar a frente, o que não é o caso.
Na minha modesta avaliação acho que não se concebe tanto descaso para com o nosso reservatório, pois estamos falando de nada mais nada menos que 26 milhões de metros cúbicos de tão precioso líquido, que atende não só ao consumo da nossa população mas, também, o de cidades circunvizinhas. Dessa forma o problema passa a ser, por extensão, do interesse de toda a Região do Pajeú. O que falta é a devida coragem para abraçarmos a causa e resolvermos de uma vez por todas uma situação vergonhosa que se alastra por dias, meses e anos. Será tão difícil entender a gravidade do problema? Estamos falando de água. Água para se beber, cozinhar, matar a sede dos nossos animais, ajudar no cultivo da terra, fomentar indústrias. Água, uma fonte de vida.

Quantas vezes aqui nesse mesmo espaço, nos jornais de circulação diária (Commércio e Diário de Pernambuco), nos Blogs locais e regionais vimos os clamores da população. As nossas emissoras de rádio não deixaram por menos e nada foi feito. Isso desde as estiagens de 2012 quando começaram a surgir os primeiros sinais de alerta: Brotas está se ultimando, Brotas está na UTI e ficamos assistindo tudo de camarote.
Culpamos a COMPESA que passa a bola para o estado; o estado, por sua vez, joga a responsabilidade para o município; o município diz que nada pode fazer e nesse jogo de empurra-empurra a população fica entregue à própria sorte.

Mas, aqui cabem algumas perguntas: O que é que esses políticos fazem toda semana passando pelo Pajeú? Vamos aos nomes: Gonzaga Patriota, Waldemar Borges, Ângelo Ferreira, Fernando Filho e outros que vocês conhecem melhor que eu. E o Governador do Estado quantas vezes já esteve no Pajeú de janeiro para cá? E o Secretário de Integração Nacional, Sr. Fernando Bezerra Coelho? E a presidente Dilma Rousseff?
Continuando: E os nossos políticos daí o que conversam com eles? Tá tudo em ordem? Não estamos precisando de nada? Ou será a falta de prestígio nossa para com eles? Ou será por que eles nada nos devem?

São questionamentos que a sociedade precisa fazer e colher respostas dos responsáveis. É bom que se registre que Afogados da Ingazeira além de ser uma cidade pólo tem a representação da AMUPE que é uma força no estado, temos uma Diocese muito forte, temos as nossas entidades de classe que se fazem representar por pessoas idôneas, temos a força da Igreja, das bases Sindicais e, por último, temos a sociedade civil organizada que deve ser a maior força entre todas.
Em suma, temos tudo. O que nos falta é vergonha e coragem para encararmos o problema de frente e resolvê-lo com a brevidade que a situação requer. Lembrem-se que o problema não é dos governantes, o problema é de toda a sociedade. Se nada for feito iremos cortar na própria carne e como o tempo urge, não podemos mais esperar. O tempo de espera já foi mais que suficiente.

Danizete Siqueira de Lima <danizete_siqueira@hotmail.com>
Recife, PE Brasil - 24-Julho-2013 / 20:37:42
Fernando,
Escrevi essa matéria em março/2013 e a danada tá mais atualizada do que nunca. Acho que vale a pena colocar no mural deixando claro que ela foi escrita há 4 meses, ou seja, não foi por falta de alerta que chegamos a esta situação. Todos já esperavam.

Brotas agoniza

Sobre a situação em que se encontra a nossa barragem torcemos muito para que esse quadro se reverta e que ela saia da UTI. Que Deus tenha pena de nós e abra as torneiras lá em cima nos livrando de um colapso.
Não consigo imaginar o que seria de nossa população conviver sem o precioso líquido que irresponsavelmente não soubemos preservar e, caso as previsões se confirmem, tenho uma sugestão a fazer:
Quando da sua inauguração, Brotas recebeu uma placa enorme que fazia alusão à construção da obra e ali constavam nomes de várias pessoas que direta ou indiretamente se envolveram no empreendimento. Lembro-me que o governador era Moura Cavalcanti e a barragem chegou até a receber a bênção do grande Frei Damião. O curioso é que numa hora dessas todos querem ser o “pai da criança”. Agora que a situação é bem diferente e os recursos são parcos, se faria uma faixa grande (do tamanho da parede), com um material duradouro e bem confeccionada, onde constaria, além dos nomes dos responsáveis diretos, os dizeres mais ou menos assim:

“Nunca antes na história deste município alguém conseguiu levar Brotas ao fundo do poço. Mas, graças à nossa incompetência, descaso com o patrimônio público e desrespeito para com a nossa querida Afogados e todo o Pajeú, o nosso objetivo foi alcançado”.
Afogados da Ingazeira-PE., 13 de março de 2013. / Danizete Siqueira de Lima

Danizete Siqueira de Lima <danizete_siqueira@hotmail.comi>
Recife, PE Brasil - 24-Julho-2013 / 12:31:12

Salve Brotas, governador!
(do blogdomagno.com.br)

“O governador Eduardo Campos (PSB) tem que agir urgentemente, com medidas eficazes e em curto prazo, para evitar que a barragem de Brotas, em Afogados da Ingazeira, venha a secar, conforme advertiu o bispo do Pajeú, Dom Egídio Bisol.

Construída no Governo Eraldo Gueiros no final dos anos 70, o reservatório é um dos mais importantes do Sertão, tendo capacidade para armazenar 26 milhões de metros cúbicos.

A saída seria o desassoreamento da barragem, através de dragagens com retroescavadeiras, mas esta solução, do ponto de vista técnico, só pode ser feito se o reservatório secar completamente, e não na situação em que se encontra hoje, conforme esclareceu, ontem, no Frente a Frente, o secretário de Recursos Hídricos, José Almir Cirilo.

Se o secretário está certo, qual a solução emergencial para salvar Brotas? Cirilo prefere aguardar o verão chegar e até lá garante que medidas estão sendo tomadas para evitar o colapso de abastecimento de Afogados, como o aumento do fornecimento de água retirada em poços. A solução definitiva, entretanto, só virá com a Adutora do Pajeú, programada para setembro se as obras andarem na velocidade atual. Tudo bem! Mas o problema estrutural da barragem? O Governo tem que recuperar o açude de uma forma ou de outra.

Do contrário, a barragem vai para o beleléu e quem vai pagar um preço no futuro pela sua morte será o Governo do Estado, que nunca fez nada para tirar o manancial do estado de abandono em que se encontra.” (Magno Martins)

__________________________
De Fernando Pires: Salve Brotas, governador! “... do ponto de vista técnico, só pode ser feito se o reservatório secar completamente”, disse o secretário de Recursos Hídricos. Claro que sempre ficará a "lama". Certamente a limpeza na barragem só “será realizada” se houver uma catástrofe na região. É evidente que o governo está saindo pela tangente com a justificativa de que poços resolverão o caos naquela região do Pajeú.
__________________________

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 24-Julho-2013 / 9:11:35

O "blogdomagno.com.br" inicia campanha para salvar Barragem de Brotas

"Este blog lança nesta terça-feira (23) uma campanha para sensibilizar o Governo do Estado e a União a promoverem o desassoreamento da Barragem de Brotas, em Afogados da Ingazeira, a 386 km do Recife, reservatório com capacidade para armazenar 26 milhões de metros cúbicos de água, mas que está ameaçado de secar, literalmente.

Em entrevista, ontem, ao programa Frente a Frente, ancorado por este blogueiro e retransmitido para 37 emissoras do Nordeste, o bispo Egídio Bisol, da Diocese do Pajeú, com sede em Afogados da Ingazeira, fez o alerta. Segundo ele, a barragem não suporta mais os efeitos do profundo assoreamento e deve secar no próximo mês. Se isso ocorrer, milhares de pessoas ficarão sem água.
O reservatório de Brotas abastece não apenas Afogados da Ingazeira, maior cidade da região, com 40 mil habitantes, mas uma dezena de municípios próximos. No pico da seca, o reservatório serviu de fonte alimentadora de municípios até da Paraíba, retirando água através de carros pipas.

O assoreamento é a diminuição da profundidade do reservatório, provocando a capacidade de armazenagem de água. O problema é resultado de todos os tipos de substâncias domésticas, industriais e da construção civil jogadas no leito da barragem. Por ser um lago, a velocidade da água diminui e os sedimentos se acumulam no fundo.

A primeira iniciativa para fazer o desassoreamento é a dragagem, através de uma retroescavadeira. Mas nem isso a Compesa sinaliza que fará. A estatal é responsável pela gestão e manutenção da barragem, um dos maiores mananciais da região.

Nesta campanha, o blog faz, de imediato, um apelo ao governador Eduardo Campos (PSB), para que inicie urgentemente a limpeza da barragem, enquanto o pior não aconteça, que é o fim do fornecimento de água para a região por causa do baixo nível de represamento de água em Brotas." (Magno Martins)

__________________________________

Secretário diz que está atento ao drama da Barragem de Brotas
(do blogdomagno.com)

Em entrevista exclusiva ao programa Frente a Frente, ancorado por este blogueiro, o secretário estadual de Recursos Hídricos, José Almir Cirilo, afirmou, nesta terça-feira (23), ter conhecimento sobre a alarmante situação da Barragem de Brotas, localizada no município sertanejo de Afogados da Ingazeira.

De acordo com o secretário, existe a preocupação de encontrarem-se meios de abastecer o município, considerado o maior do Sertão do Pajeú. Cirilo citou, por exemplo, um projeto – batizado de Adutora Zé Dantas – que consiste na abertura de diversos poços artesianos que, segundo ele, continuará a ser tocado independente da chegada da Adutora do Pajeú à região. O representante do Governo do Estado disse estar ciente dos atrasos que algumas obras têm sofrido, mas lembrou que imprevistos acontecem, principalmente quando se trata de grandes projetos. O secretário garantiu que a Compesa está “correndo contra o tempo para concluir esse aumento de produção dos reservatórios que hoje complementam a Barragem de Brotas, que nós sabemos que está em colapso”. Questionado sobre o desassoreamento da barragem, Cirilo afirmou que a melhor época para por a técnica em prática é quando o reservatório seca, o que, em sua opinião, torna o procedimento complicado. Apesar de concordar com a importância de tal medida, ele lembrou que se trata de algo paliativo e que esta não é saída para resolver o problema de abastecimento da cidade. Por fim, o secretário disse que o Governo de Pernambuco acredita que os problemas de ordem hídrica de Afogados da Ingazeira serão resolvidos quando a Adutora do Pajeú passar a atender ao município. José Almir Cirilo afirmou que a previsão é que, até setembro, a população afogadense seja beneficiada com o sistema e ressaltou que tem cobrado do DNOCS agilidade quanto às questões técnicas para que esse prazo possa ser cumprido. (Magno Martins)

________________________
Sidnei Pires: O secretário disse blá blá blá. Repetição daquilo que já disse o governador, Eduardo. E do que estamos fartos de saber: não é prioridade deles.
________________________
Fernando Pires: Não basta "ter conhecimento sobre a alarmante situação da Barragem de Brotas". "A melhor época é quando o reservatório seca" (?). No frigir dos ovos, esse governo nada fará em prol de Brotas, reservatório inaugurado em 1975 - há 38 anos - e que nunca foi desassoreado.

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 23-Julho-2013 / 19:23:37
Somente hoje, 21.7.2013, fico sabendo do falecimento de Dona Nita. Debaixo das telhas de sua residência passei a primeira noite em Afogados, quando aí cheguei na tarde de 31.3.1978.
Devo-lhe a boa acolhida e o sentimento de família que recebi naqueles primeiros dias. Aos familiares de Dona Nita a minha solidariedade e o meu fraterno abraço.

Hélio Noronha <helionoronha@terra.com.br>
Brasília, DF Brasil - 21-Julho-2013 / 19:35:10
Aos familiares do meu amigo Fernando os meus sentimentos. Quando cheguei em Afogados Fernando foi uma das primeiras pessoas que suportou ouvir o papo desse mineiro que se apaixonou pelo Sertão do Pajeú.
Bom descanso, Fernandão.

Hélio Noronha <helionoronha@terra.com.br>
Brasília, DF Brasil - 21-Julho-2013 / 19:19:19
Aos familiares do nosso amigo Fernando do Pilão, em particular Maria José e Filhos, nossos votos de pesar pela sua partida. Que vocês encontrem força para superar essa dor.
Danizete, Betânia e filhos.

Danizete Siqueira de Lima <danizete_siqueira@hotmail.com>
Recife, PE Brasil - 21-Julho-2013 / 11:59:05
A todos os familiares, particularmente à minha querida amiga Gina, digo do meu pesar pelo falecimento do amigo "Fernando do Pilão" (in memoriam).

Edson Bigodão <edsoncsiqueira@yahoo.com.br>
Caruaru, PE Brasil - 21-Julho-2013 / 8:10:52

Paulo Fernandes Marinho
* 23.06.1940
† 20.07.2013

Informamos aos familiares e amigos o falecimento de Fernando de Miguel Jacob (Fernando do Pilão), de infarto fulminante, aos 73 anos de idade, ocorrido às 21h40h desde sábado 20, em sua residência, em Afogados da Ingazeira.
A viúva, Maria José, informa que o sepultamento será realizado no cemitério São Judas Tadeu, neste domingo, às 17h.

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 21-Julho-2013 / 0:28:44

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 20-Julho-2013 / 10:22:22
Das palavra abaixo do amigo Danizete só posso concluir que o eleitor afogadense tomou o bonde errado na última eleição, menos por culpa própria mais por falta de opção devido ao dualismo implantado pela "politica de pastoril" que cerceou o surgimento de novas lideranças politicas no municipio, então, resta escolher entre a cruz e a fogueira!

Gilberto Carvalho Moura <carvalhomouraadvogados@gmail.com>
Curitiba, PR Brasil - 19-Julho-2013 / 10:49:35

Rádio Pajeú pela internet

Alguém saberia informar qual o motivo, razão ou circunstancia para o som da Radio Pajeú pela internet seja essa coisa inconstante? Tem dias de funciona maravilhosamente mas na maioria do tempo é uma decepção completa.
O que falta? Capacidade ou interesse?

Gilberto Carvalho Moura <carvalhomouraadvogados@gmail.com>
Curitiba, PR Brasil - 19-Julho-2013 / 10:35:02
Boa madrugada para todos. Saudade de Afogados, da festa de 1º de Julho, das inaugurações de centro médico e do corpo de bombeiros na nossa querida Afogados... Hoje o dia foi só ouvindo o hino de Afogados.
Walker, fiquei feliz de alguém se lembrar do cometa. Foi algo que jamais esquecerei e com certeza foi o que vi de mais belo na minha vida.
Como você, meu pai, Severino Rodrigues, gritava para que eu liasse o céu e não perdesse uma das maravilhas da natureza. Valeu a lembrança.
Que você esteja muito feliz.

Lurdinha Rodrigues <Lurdinhaescolar@gmail.com>
São Paulo, SP Brasil - 19-Julho-2013 / 2:21:33

O Rei e o Vassalo

Mesmo não residindo em Afogados da Ingazeira, sei da fantástica audiência que esse programa (Manhã total) tem alcançado por esse Brasil afora, inclusive no exterior, onde os transmissores da nossa querida Rádio Pajeú, via web, têm alcançado os nossos conterrâneos que a escutam diariamente. Isso é fantástico e nos deixa embevecidos.

O nosso amigo e comunicador Nill Júnior, com muita competência e lealdade aos ouvintes, tem dado grande contribuição aos afogadenses quando se trata de esclarecer a população sobre os problemas que a rodeiam. Com um trabalho jornalístico sério, diário e recheado de matérias das mais diversas, tem levado o nome de nossa cidade aos quatro cantos do mundo. Na última sexta feira, 05/07, tive a oportunidade de assistir ao vídeo do programa “Manhã Total”, o qual abriu o seu espaço na famosa sequência (DEBATE DAS DEZ) para que o Prefeito José Patriota fizesse uma prestação de contas da sua gestão, nos seis meses de governo.

O que seria um debate, com direito a perguntas dos ouvintes (prática habitual do programa), onde a sociedade participa, opina, sugere e faz as críticas pertinentes a cada assunto, ou seja, o comunicador interage com a população, virou uma “zorra total”, como costumamos dizer na gíria popular, e o apresentador ficou de saia justa por não poder conduzir o programa como sempre o fez em sua rotina diária.

“Manhã Total” vai ao ar de segunda a sexta feira e tem duração de uma hora aproximadamente. O nosso prefeito, muito preocupado em mostrar o que fez nesse período, roubou toda a cena e não deixou que o Nill dissesse quase nada. Às vezes em que o Nill tentou interrompê-lo, foi barrado de maneira grosseira, desequilibrada e pouco recomendável para um representante do povo. A impressão que tive foi de que o comunicador é o dono do programa, mas o dono da rádio é o Patriota. Não se justifica tanto desvario para o prefeito apresentar uma relação dos seus feitos. Imaginem como teria ele se comportado caso fosse para dizer que nada fez. Visivelmente descontrolado e detentor de uma arrogância nunca vista, só faltou bater no radialista quando tentou interromper o seu pronunciamento.

O curioso é que, mesmo só o prefeito falando, não deu tempo de mostrar tudo que fez. Aí vai uma pergunta: por que essa preocupação em mostrar o que se faz? Se realmente as obras estão sendo feitas, o povo consegue enxergá-las independentemente de recursos midiáticos. As realizações por si falam mais alto do que o jornal, o rádio e a televisão juntos. E o Patriota sabe disso.

Mas se essa forma de governar é inerente ao prefeito, e ele tem que divulgar na imprensa tudo o que realiza, aqui vai uma sugestão à Rádio Pajeú e ao prefeito: como as realizações são muitas e o espaço do programa é insuficiente para divulgá-las, far-se-ia essa prestação de contas mês a mês, sobrando um pouco de tempo para que sejam feitos os devidos esclarecimentos, sem ter que mudar as características do programa.

Dessa forma, evitaríamos desgaste para ambos, os objetivos seriam alcançados e os ouvintes não precisariam se deparar com cenas grotescas, impróprias e que ferem as normas de conduta necessárias a quem faz imprensa, tendo como alvo principal os queridos ouvintes e toda a população, que são a razão de ser de qualquer emissora de rádio. E ainda: não precisaríamos ficar procurando o que foi feito, pois, pelo que foi dito no programa e da forma atabalhoada como os trabalhos foram conduzidos, continuamos sem entender nada e muito menos sem saber que obras a prefeitura realizou.

Danizete Siqueira de Lima <danizete_siqueira@hotmail.com>
Recife, PE Brasil - 17-Julho-2013 / 21:36:40
Foi inaugurado no último sábado em Nazaré do Pico, distrito de Floresta, o busto do tenente João Gomes de Lira, natural da localidade, cujo centenário de nascimento estava transcorrendo naquele dia.
O tenente João Gomes virou uma espécie de lenda no município de Floresta (que fica a 45 km de distância) porque, como integrante da Polícia Militar de Pernambuco, travou uma batalha contra bando de Lampião em 1931 e pôs o “Rei do Cangaço” para correr.
Ele nasceu em 1913 e faleceu na mesma localidade em 2011 aos 98 anos de idade. Deixou 13 filhos, entre os quais o advogado Clóvis Lira. (informações do Blog de Inaldo Sampaio)

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 15-Julho-2013 / 12:21:09

Desmatamento a todo vapor no Sertão do Pajeú - Sem nenhuma proteção dos órgãos competente, a caatinga no Sertão do Pajeú sofre grave ameaça com o visível aumento de desmatamentos ilegais. Sem uma atuação de monitoramento e fiscalização por parte do IBAMA o bioma caatinga na região corre para um futuro trágico. Diariamente no Pajeú, são transportados para os grandes centros, dezenas de caminhões carregados de madeira.

“Não se sabe para que servem as leis e a fiscalização no Brasil. Será somente para criar “empregos” e não cobrar trabalho?", indagou em tom de revolta um jovem de São José do Egito. A cada dia a situação se agrava na região e as autoridades ainda não acordaram para o problema que atinge em cheio o Meio Ambiente. (do blogdoitamar.com.br)

Fernando Pires
Recife, PE Brasil - 15-Julho-2013 / 11:06:52
[Anterior] [Próximo]

Volta

Livro de Visitas desenvolvido pela Lemon Networks